10 comportamentos que irritam os brasileiros na praia

A agência de viagens Expedia e a empresa de pesquisas Northstar entrevistaram mais de 11 mil viajantes para saber quais pessoas são mais irritantes na praia. Será que você é uma delas?

para os brasileiros, o 
campeão é o visitante 
que deixa as praias sujas, incomodando 76% dos 
brasileiros e 52% dos 
veranistas na média mundial.


A que não leva embora 
o próprio lixo:

o exagero no consumo de 
bebidas alcoólicas pode se 
tornar inconveniente, e 
chega a perturbar 44% dos 
brasileiros e 41% dos 
banhistas na média mundial.

A bêbada:

para 44% dos brasileiros, 
média parecida com a 
mundial (36%), volume 
excessivo, seja em 
aparelhos sonoros ou 
conversas, atrapalha um 
bom dia de praia.

A barulhenta:

ficar de olhos nas crianças
é essencial. Mesmo assim, 
o descuido dos 
responsáveis irrita 41% 
dos brasileiros e 38% dos 
viajantes na média global.

Os pais desatentos: 

no Brasil, 40% se 
incomodam com quem 
espalha areia enquanto 
caminha, joga futebol na 
beira do mar e afins. Na 
média global, o número é 
bem menor, com 28%.

A que chuta areia: 

muitos conhecem os hits 
pelas caixas de som nas 
praias. Isso não agrada a 
todos. 34% dos brasileiros
se irritam com esse tipo de
comportamento, número 
que chegou a 30% na 
média global.

A DJ:

no verão, há disputa por 
sombra, e 30% dos 
brasileiros não querem 
dividir o guarda-sol com 
estranhos. No mundo, a 
média é de 36%.

A invasora de guarda-sol: 

19% dos brasileiros se irritam com as tantas selfies e outras fotos tiradas na praia. 
Globalmente, 26% dos 
viajantes têm pouca 
paciência para isso.

A paparazzi: 

entre os brasileiros, 10% 
se dizem incomodados 
com os olhares insistentes
de desconhecidos. Na 
média global, o número 
sobe para 13%.

Quem olha demais: 

segundo o estudo, 6% dos
brasileiros se incomodam 
com casais que exageram 
no clima de intimidade. 
Na média global, 14% das
pessoas ficam irritadas 
com o comportamento.

Casais indiscretos: 

CURTIU?