3 hábitos que ajudam a diminuir a acne da mulher adulta

Embora a acne seja um problema comum na adolescência, ela também pode surgir na pele de quem já passou dos vinte anos. Em mulheres, é ainda mais frequente.

Diversos fatores podem influenciar no aparecimento de acne na fase adulta, entre eles o aumento na produção de hormônios masculinos nesta faixa etária.

Mulheres com níveis normais de andrógenos também podem vir a apresentar acne devido a uma sensibilidade aumentada dos receptores desses hormônios em certo momento da vida.

Por isso, é importante entender como se dá esse processo para resolver o problema e evitar que a acne traga prejuízos mais sérios à saúde da pele.

Existem alguns hábitos que são primordiais na hora de tratar a acne da mulher adulta. Conheça alguns deles.

Pílulas anticoncepcionais e substâncias anti-andrógenos ajudam a impedir que hormônios masculinos ativem os receptores das glândulas.

Regular a secreção sebácea

Alguns ativos aplicados diretamente na pele também controlam a oleosidade, como zinco, retinoides, peróxido de benzoíla e ácido salicílico.

Esfoliar a pele regularmente ajuda a remover as células mortas e a renovar a aparência da pele. Limpezas de pele também podem ajudar!

Diminuir a obstrução dos folículos pilo-sebáceos

Sabonetes à base de ácido salicílico reduzem a formação dos comedões, os famosos cravos, e retinoides tópicos controlam a multiplicação das células da camada córnea.

Produtos à base de peróxido de benzoíla aumentam a concentração de oxigênio na pele e sufocam a bactéria da acne.

Reduzir a proliferação de bactérias

Os antibióticos tópicos também podem ser utilizados no controle do problema. Outro recurso interessante são equipamentos de luz azul, que ajudam a reduzir a população da bactéria.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui