5 doenças que podem ser confundidas com vitiligo

O vitiligo é uma doença de pele autoimune, caracterizada pela perda de coloração em determinadas partes do corpo e que se desenvolve a partir de tendências genéticas.

Porém, apesar de serem bastante específicas, é comum que as manchas do vitiligo sejam confundidas com outras doenças. Saiba como diferenciá-las:

O albinismo é caracterizado pela ausência de pigmentação, causada pela deficiência na produção de melanina. Diferente do vitiligo, ele pode afetar a cor dos olhos, pelos e cabelos.


Albinismo

A pitiríase versicolor (pano branco) é um tipo de micose que causa o surgimento de manchas na pele. A diferença para o vitiligo é que essas manchas podem descamar e ter um tom avermelhado.


Pano branco

A psoríase também é uma doença autoimune, porém, diferente do vitiligo, as suas lesões na pele podem ficar ressecadas, coçar e apresentar inchaço, além de causar dores nas articulações.


Psoríase

Conhecida como lepra, a hanseníase, diferente do vitiligo, é uma doença contagiosa que pode causar sintomas como dormência e formigamento nas extremidades.


Hanseníase

O melasma apresenta manchas escurecidas, causadas principalmente pela exposição ao sol - diferente das manchas brancas do vitiligo.


Melasma

O vitiligo pode ser diagnosticado por um dermatologista por meio de uma biópsia cutânea e também com a ajuda de uma luz especial, chamada de Lâmpada de Wood.

Diagnóstico
de vitiligo

A doença pode ter diferentes padrões e se tornar generalizada, afetando diversas áreas do corpo, como rosto, pés, genitais e até as pontas dos dedos.

Vale reforçar que nenhuma das doenças mencionadas tem relação direta com o vitiligo. Além disso, ele não é contagioso e pode ser controlado com tratamentos especiais, dependendo do caso.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui