Ácido lático para beleza? Saiba como utilizar

Mais conhecido entre praticantes de exercícios, o ácido lático é um ativo produzido pelo próprio organismo em situações de exercício intenso ou jejum, gerando mais energia.

Mas você sabia que a substância, por ser alfa-hidroxiácida, é um composto que visa a renovação celular e pode ajudar as peles mais sensíveis.

Os alfa-hidroxiácidos (AHA) são ácidos naturais derivados de inúmeros vegetais e que estão presentes em uma variedade de produtos e tratamentos para a pele.

O que são alfa-hidroxiácidos?

Como os outros AHA, o ácido lático é um esfoliante químico, então não possui aqueles pequenos grânulos e a textura áspera presente nos esfoliantes físicos.

Ele funciona ao penetrar na pele, eliminando as células mortas e estimulando a renovação celular, causando menos irritação a depender da concentração utilizada.

Também tem a capacidade de inibir uma enzima chamada tirosinase, responsável pela transferência de melanina entre as células da pele. Assim, pode ser utilizado para clarear as manchas.

O ácido lático tem propriedade umectante, que proporciona à pele uma maior retenção de água, contribuindo com a hidratação da pele e para o rejuvenescimento.

Benefícios

Por conta de seu efeito clareador, ajuda no tratamento de patologias que causam pigmentação da pele, além de não penetrar profundamente na cútis, promovendo uma esfoliação mais suave.

Outros benefícios do ácido lático incluem melhora na textura da pele, efeito anti-séptico, ajuda no tratamento de acne, hidratação da cútis e diminuição das rugas finas.

Assim como outros alfa-hidroxiácidos, o ácido lático deve ser utilizado apenas durante a noite após a limpeza de pele, na forma de sérum ou creme.

Como usar?

Pela manhã, é essencial que a pele seja higienizada e o protetor solar seja aplicado, protegendo a pele contra os raios UV, responsáveis pelas manchas e fotoenvelhecimento precoce.

O ácido lático pode ser usado na forma de peeling em consultórios dermatológicos. O procedimento pode clarear a pele mais rapidamente, promovendo a renovação celular de forma progressiva.

O uso do ácido lático é contraindicado para pessoas que possuem sensibilidade a algum ingrediente presente na composição do ativo.

Contraindicações

Quem possui dermatites ou lesões ativas também deve evitar o uso. Gestantes, desde que em baixa concentração e com acompanhamento dermatológico, podem usá-lo.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui