Bebês podem usar sapatos? Conheça os riscos

Apesar de fofos e adoráveis, os sapatinhos podem representar riscos para o desenvolvimento dos pés dos bebês, pois a cartilagem de recém-nascidos é muito sensível e precisa de cuidados especiais!

Assim, dúvidas podem surgir com relação à saúde do pé do bebê: se é necessário o uso dos sapatos ou se ficar descalço faz mal. Confira a resposta dessas e de outras questões.

Especialistas explicam que recém-nascidos não precisam usar qualquer tipo de calçado. Sempre que possível, mantenha-os descalços para estimular a formação da musculatura.

Bebês devem usar sapatos?

Os sapatinhos podem trazer malefícios ao desenvolvimento dos pés do bebê até o primeiro ano de vida, causando lesões, prejudicando seu crescimento e até criando deformidades.

Sapatos fazem mal ao bebê?

Não, pelo contrário. Andar descalço desenvolve melhor a noção de espaço e tem a musculatura do pé estimulada. Em vez de sapatos, o recém-nascido pode usar meias antiderrapantes.

Andar descalço faz mal?

O ideal é que o sapato seja colocado no primeiro ano, quando os bebês começam a andar. Dentro de casa, em um ambiente limpo, não há necessidade de usar calçados.

Quando é necessário calçar os sapatos?

O sapato ideal para o bebê não deve machucar a pele nem interferir na formação do pé. Portanto, um sapato mais frouxo, de material respirável e leve e sem solado grosso.


Qual o sapato ideal?

É importante lembrar também que, caso o bebê apresente qualquer desconforto, um pediatra deve ser consultado.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui