Beijar bichinhos de estimação pode trazer doenças?

O amor por um bichinho de estimação pode ser tão grande que parece que vai transbordar. A gente pega no colo, abraça, beija... Mas será que esse contato pode causar alguma doença?

A resposta é sim! Por isso, é preciso cuidado. Para isso, vale entender quatro conceitos sobre os micro-organismos que povoam nosso redor: inóculo, virulência, imunidade e autoimunidade.

Inóculo: é a quantidade de micro-organismo necessários para causar uma doença. Já a virulência é a capacidade desse agente causar estragos no corpo.

Inóculo e Virulência

A imunidade é responsável pela vigilância e pela defesa do corpo. Já a autoimunidade é a ação dessas defesas de atacar o nosso corpo - e é o que causa doenças autoimunes.

Imunidade e Autoimunidade

E o que isso tem a ver com dar carinho para o pet? Bem, o risco de adquirir doenças está em todo lugar: no ar, na água, na comida, no contato com pessoas e no simples toque com o bichinho.

Beijar seu bichinho na boca tem um risco de inóculo enorme, bem como os micro-organismos mais virulentos. As vacinas foram produzidas justamente para gerar imunidade para as doenças mais graves.

Se você adquirir alguma verminose no contato com seus animais, faça o tratamento e se livre dela. Estudos ainda mostram que populações com mais verminose carregam menos doenças autoimunes.

Esteja com as vacinas
em dia e vacine seu pet. Você reduzirá muito as chances de contrair várias doenças. Além disso, dê vermífugo ao seu pet regularmente para evitar outros problemas.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui