Cabelos podem ficar mais lisos ou cacheados ao envelhecer?

Você já percebeu que, conforme envelhecemos, a textura e a densidade do cabelo também mudam? Pois é, o cabelo tende a mudar em cada fase da vida. Mas você sabe por que isso acontece?

O motivo está relacionado aos hormônios, produzidos pelas glândulas, e os neuro-hormônios originados no cérebro, responsáveis pelo funcionamento harmônico do organismo.

E é por causa da alteração na produção ou na distribuição desses hormônios que normalmente ocorrem interferências em quase todas as funções orgânicas, inclusive nos cabelos.

Por exemplo, durante a puberdade ocorrem os picos hormonais e, depois, há um ajuste hormonal. Já na menopausa, ocorre a queda brusca na produção dos hormônios femininos.

Na infância, os cabelos são mais finos, despigmentados e brilhantes. E apenas a partir dos seis meses é possível acompanhar um ritmo de crescimento individual para cada cabelo.

Cabelo em cada idade

Já a adolescência é marcada
por uma forte pigmentação, tornando os cabelos mais espessos. Pode acontecer uma alteração de forma, pois as influências hormonais modificam a textura e o aspecto deles.

Na fase adulta, os cabelos costumam ficar menos volumosos e voltam à sua textura mais fina. Por volta dos 50 anos, na menopausa e na andropausa, os fios ficam mais finos e perdem a volumerização.

Além disso, é comum o aparecimento dos cabelos brancos em maior quantidade. Estes são fios de pior qualidade por serem mais frágeis e suscetíveis às agressões externas.

Muita exposição ao sol, estresse e acumular químicas podem contribuir com a modificação profunda da estrutura dos seus fios. Por isso, são necessários alguns cuidados.

Como prevenir danos?

Diversos tratamentos capilares, em especial quando associados, ajudam a reavivar as madeixas e a melhorar a qualidade delas. Para isso, basta consultar um dermatologista ou tricologista.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui