Causas comuns da
coceira na vagina


A coceira na vagina é um
incômodo presente na
vida de muitas mulheres
e pode indicar desde
uma simples alergia até
a presença de doenças
mais graves, como ISTs.





Veja as causas mais
comuns de coceira
na região íntima:

Porém, se não houver
outros sintomas
relacionados ao
problema, a irritação
pode ser controlada
com a mudança de
alguns hábitos.


Uso inadequado
do sabonete: 

a higienização
excessiva ou diminuída
da área íntima pode
levar a irritações por
alterar a flora vaginal.
Perfumes também
podem ser irritantes.



Tecido da roupa íntima:

os que causam irritações
são os sintéticos, de renda
e elastano, que podem
prejudicar a respiração
da área, favorecendo a
transpiração e causando
vermelhidão e coceira.


Roupa íntima com
elástico apertado:

causa atrito com a pele,
resultando em manchas
escuras e até mesmo
varizes, além de favorecer
uma irritação e prejudicar
a ventilação local.



Calças muito apertadas: 

provocam o aumento
da umidade e do calor
na área íntima, tornando
o ambiente ideal para
a proliferação de
microrganismos.


Uso de absorventes
diários:

o produto pode causar
um abafamento na área
íntima, que irá suar
mais e será alvo fácil
de microrganismos,
provocando irritação
e corrimentos.



Absorvente externo: 

aqueles que não levam
algodão pedem mais
atenção, pois abafam a
área com mais facilidade.
Para todos os produtos,
o melhor é obedecer o
tempo de troca e manter
a região limpa.



Depilação na área íntima:

seja com cera ou lâmina,
ela deixa a pele da vulva
com poros entreabertos
ou com pequenas fissuras,
favorecendo infecções. Por
isso, foque nos cuidados
pré e pós depilação.




Falta de higiene no sexo:


o atrito da relação sexual
pode causar pequenas
fissuras na pele,
favorecendo uma irritação,
e a falta de higiene antes
do ato sexual aumenta as
chances de uma
contaminação.

CURTIU? 

Clique aqui e leia mais
no Minha Vida!