Coceira vaginal
com corrimento:
o que pode ser?

Naturalmente, a vagina possui diversos tipos de micro-organismos que garantem o seu funcionamento. A coceira vaginal surge quando há um desequilíbrio da flora vaginal, causando uma infecção.

A coceira vaginal pode
ser provocada por fungos,
bactérias, lesões benignas ou malignas, além de condições, como a menopausa, e o uso de produtos que causam alergia.

Causas da
coceira vaginal

A candidíase pode causar irritação e ardência, além de coceira e corrimento. Outras infecções vaginais ocorrem pelo uso de antibióticos, gravidez, diabetes e até lubrificação inadequada.

Candidíase

Já na menopausa, a coceira ocorre pela diminuição do estrogênio, fazendo com que as paredes vaginais fiquem mais finas e secas. Irritação e ardência também podem aparecer nesse período.

Menopausa

Algumas substâncias químicas, como cremes, preservativos ou sabonetes, podem causar alergia e provocar coceira vaginal. Muitas vezes, isso ocorre por uma reação alérgica ao produto.

Produtos íntimos

Geralmente, a coceira pode ser curada por conta própria. Porém, caso o sintoma persista, procure ajuda ginecológica para dar início ao tratamento com os medicamentos adequados.

Tratamento

Para prevenir a coceira vaginal, vale atentar-se ao uso de produtos e absorventes adequados, além de verificar se as roupas íntimas não estão causando alergia ou estão apertadas demais.

Prevenção

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui