Como lavar a região íntima corretamente?

Apesar de ser um hábito rotineiro e quase intuitivo, a higiene íntima reserva algumas particularidades. Afinal, qual é a maneira correta de lavar essa região?

A região interna da vagina não deve ser higienizada, visto que a área possui uma flora natural. Isso pode afetar o pH vaginal e causar uma série de problemas, como alergias

Cuidado com a parte interna

Toda a região externa da genitália (também chamada de vulva) deve ser lavada frequentemente.

Lave a região externa

Apesar de ser liberado o uso de sabonete íntimo, ele deve ser usado apenas uma vez ao dia. O uso de sabonete de pH neutro e lenço umedecido também é permitido.

Fique de olho nos sabonetes

Use água corrente e sabonete para higienizar a região íntima. Para garantir a limpeza correta do local, utilize os dedos para afastar os lábios da vulva e os pelos.


Como lavar?

Não é indicada a lavagem por meio de ducha vaginal e de jatos internos de água ou com produtos, uma vez que a genitália feminina deve ser higienizada apenas por fora.

Não faça ducha vaginal

Recomenda-se trocar o absorvente externo em até quatro horas e o interno a cada três horas. Utilize lenço umedecido para limpar a vulva a cada troca.

Faça limpeza durante a menstruação

Fazer xixi após a relação é indicado, pois pode haver o deslocamento de bactérias intestinais para a uretra. Depois lave a região com água corrente ou água e sabonete.


Cuidados após o sexo

Negligenciar a limpeza pode levar a mau odor, alergias, feridas e dor no sexo. Já o excesso causa ressecamento e a perda da lubrificação e proteção naturais.

Os riscos do excesso e da falta de higiene

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui