Como saber se o bebê tem algum problema de visão?

A visão é extremamente importante para o desenvolvimento dos bebês. Mas como saber se ele está enxergando adequadamente, se ele ainda não fala ou sequer compreende esse sentido?

Em geral, podemos desconfiar de problemas oculares em bebês que não fazem contato visual nos primeiros dois meses de vida.

Sinais de alerta

Aos 3 meses, bebês que não apresentam o chamado “sorriso social” ou percepção das próprias mãos também podem estar com algum problema de visão.

O mesmo vale para aqueles que não pegam brinquedos aos 6 meses ou que não reconhecem rostos e expressões aos 11 meses.

Antes desses possíveis sinais, qualquer condição que afete a visão da criança pode ser identificada logo após o nascimento, com o teste do olhinho.

Teste de visão em bebê

Também conhecido como teste do reflexo vermelho (TRV), o exame deve ser realizado pelo pediatra nas primeiras 72 horas de vida da criança ou até antes da alta da maternidade.

Totalmente indolor, o teste é realizado com um aparelho chamado oftalmoscópio, que emite um feixe de luz que é refletido pela retina e sai do olho através da pupila.

Essa luz de tom laranja-avermelhado reflete a cor natural da retina, o que significa que as principais estruturas internas do olho estão transparentes e que a retina é atingida de forma normal.

O TRV é considerado um teste de triagem e serve para doenças como catarata congênita, glaucoma congênito, retinoblastoma, retinopatia da prematuridade, inflamações e descolamento de retina.

A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda que o bebê passe em sua primeira consulta com o oftalmologista dos 6 meses até 1 ano de idade.

Quando levar o bebê ao oftalmologista

O TRV, por exemplo, é um exame que deve ser repetido durante as consultas de puericultura, pelo menos três vezes ao ano, durante os primeiros 3 anos de vida.

Dependendo do resultado do TRV, a avaliação de um oftalmologista poderá ser necessária para a realização de um exame mais completo, com o objetivo de verificar a saúde ocular do bebê.

Visitas ao oftalmologista entre 3 e 5 anos também são importantes, preferencialmente aos 3 anos, quando há um grande crescimento das crianças e problemas oculares podem surgir.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui