Cores da menstruação



O fluxo menstrual

é constituído pela descamação das paredes do útero, que possuem células sanguíneas e células endometriais, adquirindo um aspecto sanguinolento.

Quando em contato com o canal vaginal, o sangue menstrual adquire secreção e microrganismos da flora vaginal, que mudam o aspecto desse material.

Algumas tonalidades da menstruação são consideradas normais, porém outras podem ser indicativo de doenças. Saiba o que significa cada uma:




Menstruação escura


A cor escurecida, em tom
de marrom ou preto,
deve-se à coagulação que ocorre, geralmente, no início ou final do ciclo.



Menstruação rosa

Ocorre quando o fluxo
vem em pequena
quantidade e se mistura
ao muco vaginal, que pode
ser branco ou amarelado.
Também ocorre quando
há baixos níveis de
estrógeno no organismo.


Menstruação
vermelho vivo

Ocorre predominantemente em mulheres que utilizam métodos contraceptivos hormonais, que não geram a descamação completa do endométrio.


Menstruação laranja
ou alaranjada

A cor laranja pode vir
de uma mistura cinza-
vermelho que, geralmente, indica uma infecção.
É importante ficar atenta
a outros sinais, como
mau cheiro e dores.


Menstruação com pedaços ou coágulos

Ocorre quando o fluxo menstrual é muito intenso, pois o sangue coagula ainda dentro do corpo da mulher e logo é expelido - por isso, não fica escuro.

CURTIU? 

Clique aqui e leia mais
no Minha Vida!