O que sabemos da
variante Delta e
por que as mutações
preocupam?

A variante Delta do coronavírus, que já foi chamada de variante indiana, tem preocupado por seu alto nível de contaminação.

Denominada linhagem B.1.617.2,
a variante Delta traz uma
mutação na proteína spike que
a torna mais fácil de infectar e
causar complicações em quem
tomou apenas a primeira dose
da vacina de COVID-19.

No Brasil, uma gestante de 42 anos, que desembarcou do Japão e sentiu os primeiros sintomas da doença dois dias após chegar em solo brasileiro, tornou-se a primeira vítima da Delta, em julho de 2021.

Sintomas da variante Delta


- dor de cabeça (mais comum)
dor de garganta
coriza (nariz escorrendo)
febre

Por que as mutações do coronavírus preocupam?

Desde a identificação do
SARS- CoV-2, novas linhagens
do coronavírus vêm sendo
mapeadas pelos cientistas.

As variantes preocupam pela possibilidade de serem mais graves e letais. E uma vez que sua transmissão se torna mais fácil, o sistema de saúde como um todo pode colapsar.

Vacinas são eficientes contra as variantes?

Pesquisas apontam que as
vacinas são eficazes contra a
Delta depois do ciclo completo de
imunização (dose única ou duas
doses, dependendo da vacina).

Estudos também estão em andamento sobre a necessidade ou não de possíveis doses de reforço. Contudo, ainda não há nenhuma conclusão sobre o tema.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui