Estou ganhando gordura ou músculos?

Ao iniciar um programa de exercícios físicos, é importante avaliar a sua composição corporal para identificar os índices de gordura corporal e de massa magra.

Com esses dados, é possível acompanhar melhor o progresso dos exercícios. Por exemplo: se você começou um treino de musculação e seu peso não diminuiu, a avaliação vai apontar o que está acontecendo.

O músculo é mais compacto do que gordura. Isso significa que a massa magra ocupa menos espaço no corpo do que a massa gorda.

Por isso, o ideal é não se prender ao peso indicado na balança - principalmente para os que visam a hipertrofia.

Já para quem visa perder peso, o melhor é trocar a balança pela fita métrica: perder medida é mais significativo esteticamente e reduzir o percentual de gordura é melhor em termos de saúde.

O aumento de massa muscular leva ao aumento do metabolismo, diminuindo a gordura corporal. O músculo precisa de calorias e isso faz com que o corpo metabolize a gordura acumulada.

A união de um bom treino e de uma alimentação balanceada fará com que seus músculos aumentem e a gordura diminua. É possível obter resultados a partir do primeiro mês.

Refaça a avaliação de composição corporal a cada dois meses para acompanhar os resultados do seu treinamento, o ganho de massa muscular e os índices de gordura corpórea.

Descubra mais sobre musculação em Minha Vida!

Clique aqui e leia mais