Exame
toxicológico:
o que é e como
funciona?

O exame toxicológico é um
procedimento realizado para
identificar se uma pessoa foi
exposta ou consumiu alguma
substância em um determinado
período de tempo.

O exame é feito através da
análise da queratina, proteína
presente na pele e cabelo,
ou de fluidos corporais, como
sangue e urina.

Atualmente, os materiais
biológicos utilizados com
maior frequência são os pelos
corporais (axila, braço, peito,
virilha) e mechas de cabelo.

Durante a análise, é verificado
o tempo de permanência das
substâncias no organismo.
As psicoativas, por exemplo,
permanecem depositadas na
queratina por até 180 dias
após o consumo.

Substâncias como álcool, cigarro e medicamentos não são identificados pelo exame toxicológico, sendo necessária a solicitação de uma análise específica para esses casos.

Entre as drogas identificadas pelo exame estão maconha, cocaína, haxixe, LSD, anfetamina, crack, ecstasy, metanfetamina, morfina, heroína e mazindol.

O exame toxicológico
pode identificar substâncias
consumidas até três meses
antes. Os resultados
dependem do material
coletado, quantidade ingerida,
absorção de cada organismo
e frequência de uso.

Os fluidos corporais podem
apresentar uma janela menor
de detecção, como é o caso
da urina, que mantém
resquícios de elementos
tóxicos por até três dias.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui