Excesso vs. falta de exercícios: saiba os impactos no coração

Exercícios físicos fazem bem para a saúde do coração e isso não é novidade para ninguém.

No entanto, assim como praticamente tudo na vida, é preciso equilíbrio e moderação.

Fazer poucas atividades ou o excesso delas na rotina pode gerar problemas para o sistema cardiovascular em vez de trazer os benefícios esperados.

Um estilo de vida sedentário é tido como um dos principais fatores de risco para as doenças cardíacas.

Falta de exercícios: perigos

De acordo com a Federação Mundial do Coração, a falta de exercícios regulares aumenta as chances de doenças relacionadas ao órgão em cerca de 50%.

O treinamento intenso (overtraining), sem uma recuperação adequada, pode trazer consequências graves para coração, fígado e até sistema nervoso central.

Excesso de exercícios: perigos

De acordo com a OMS, 150 minutos por semana de atividades em intensidade aeróbica moderada ou 75 minutos semanais em intensidade aeróbica acentuada.

Quantidade ideal de exercícios

A recomendação no caso das atividades que envolvem força é de, no mínimo, duas horas por semana com intensidade moderada a acentuada.

O ideal é descansar de 24 a 48 horas o grupo muscular exercitado e revezar entre eles, assim como variar a intensidade dos treinos.

E lembre-se: tenha atenção ao seu corpo. É possível evitar o exagero ao surgirem sinais de cansaço excessivo.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui