Falar sozinho pode fazer bem ao cérebro?

Falar sozinho enquanto faz alguma coisa não significa, necessariamente, que você é louco. Pelo contrário!

Segundo estudo realizado pelo psicólogo e pesquisador Gary Lupyan, a prática pode ser uma ótima atividade para o nosso cérebro.

Para a elaboração da pesquisa, feita com 20 voluntários de um supermercado, foi pedido que todos se lembrassem de alguns objetos. Quem falou o nome dos itens teve mais facilidade de encontrá-los.

A explicação é a seguinte: quando você fala sozinho, ativa o seu mecanismo sensorial, o que facilita o acesso à memória.

Por que falar sozinho faz bem?

Além de ajudar a focar em uma tarefa, falar sozinho contribui para o reconhecimento de objetos rapidamente. Assim, a imagem do que foi dito chega à sua mente imediatamente.

Já em momentos de estresse, é comum murmurar coisas para si mesmo. De alguma forma, isso ajuda a liberar toda a raiva, colocar os pensamentos em ordem e se acalmar.

Calma

Além disso, desabafar consigo mesmo pode ajudar a melhorar a autoestima. Afinal, nada como se olhar no espelho e se elogiar, não é mesmo? É gratificante e bastante motivador.

Confiança

Por fim, falar sozinho pode ser útil antes de uma reunião ou apresentação, servindo como um preparo e nos ajudando a proporcionar segurança e confiança ao que deve ser feito.

Apesar de ser difícil compartilhar com outras pessoas tudo aquilo que pensamos, falar sozinho pode ser uma ótima alternativa para estimular o cérebro e ajudar na memorização.

Curtiu?
Aprenda alguns exercícios para treinar o seu cérebro no Minha Vida!

Clique aqui e leia mais