Fritadeira elétrica
é realmente
mais saudável? Descubra!

A fritadeira elétrica logo ganhou fama pela sua capacidade de produzir alimentos fritos de forma mais “saudável”. 

Ela permite obter alimentos com aspecto crocante e seco sem precisar mergulhá-los no óleo; não é à toa, conquistou o lar de muitos brasileiros.

Porém, muita gente questiona se o alimento produzido nesses equipamentos é realmente saudável. Confira as vantagens e as desvantagens da fritadeira elétrica.

As fritadeiras elétricas funcionam pelo aquecimento do ar, que se agita rapidamente ao circular no interior do aparelho sobre os alimentos.


Vantagens

Embora incluir um fio de azeite no preparo possa trazer um aspecto melhor a alguns alimentos, como batatas e mandioca, a quantidade é bem inferior à utilizada em fritadeiras tradicionais.

Com base nisso, é possível manter reduzido o teor calórico dos alimentos, sendo um ponto muito benéfico, especialmente para pessoas que possuem colesterol alto.

Nem tudo são flores! A maior desvantagem do uso do equipamento é a presença elevada de acrilamida, uma substância considerada como um provável agente cancerígeno. 



Desvantagens

A acrilamida é uma substância produzida naturalmente em alimentos cozidos ou processados a altas temperaturas. O fator de duração também interfere na quantidade da substância.

Por isso, é importante que os alimentos não sejam expostos de forma excessiva a temperaturas acima de 120ºC. 

Segundo alguns estudos, alimentos que passam do ponto podem conter uma quantidade maior de acrilamida - tendo uma aparência queimada ou escurecida.

Desse modo, o ideal é sempre ter atenção à temperatura e à duração a que os alimentos são submetidos. Nada de deixar passar do ponto, viu? 

Clique aqui e leia mais

Curtiu? Veja
mais dicas no Minha Vida