Usar gelo em hematomas é realmente eficiente?

Bater a canela na perna da mesa, um tombo de joelho… Uma coisa é certa: lesões desse tipo costumam vir sempre acompanhadas do famoso roxo na pele (hematoma).

O hematoma é a consequência do rompimento de tecidos – ou de vasos sanguíneos – que leva à concentração de sangue em uma determinada região do corpo.

Como não existe nenhuma ferida aberta, o sangue se concentra em uma determinada parte do corpo, que fica com uma tonalidade diferente na pele.

De acordo com especialistas, usar bolsas de gelo para tratar roxos na pele é uma boa medida. 

Gelo é bom para hematomas?

Isso porque a compressa de gelo ajuda a controlar o sangramento – e a baixa temperatura ainda oferece efeito analgésico.

Mas é preciso atenção: a compressa deve ser feita no ato da pancada ou, no máximo, após 48 horas da lesão ter ocorrido.

Como fazer a compressa de gelo

Caso contrário, de acordo com o ortopedista Ricardo Munir Nahas, todo o sangue já estará espalhado pela pele, dificultando o processo de diminuição da mancha roxa.

Além disso, as compressas precisam acontecer, no mínimo, três vezes durante o período em que o roxo na pele estiver aparecendo.

Também é recomendado nunca aplicar o gelo diretamente na pele, pois o contato direto pode causa queimadura e irritação.

Saiba quando e como usar o gelo em lesões no Minha Vida!

Clique aqui e saiba mais