Passar gelo no rosto: é bom ou ruim?

O skincare envolve passos simples, como lavar o rosto diariamente, hidratar e aplicar protetor solar… E passar gelo no rosto. É isso mesmo!

Se usado de maneira correta, o gelo rosto traz uma série de vantagens à pele. No entanto, alguns cuidados devem ser tomados.

Lavar o rosto com água fria ajuda a contrair os vasos sanguíneos da face, o que melhora o aspecto da pele. É a mesa ideia para o gelo no rosto.

Benefícios

O gelo no rosto ainda diminui os poros, reduz o inchaço do rosto, controla a acne e melhora o aspecto e a duração da maquiagem.

O contato direto do gelo no rosto, entretanto, pode provocar queimaduras e irritação em peles sensíveis ou com certas condições, como a rosácea.

Gelo no rosto faz mal?

Dessa forma, é recomendado que o gelo seja manuseado com cuidado. Além disso, é fundamental consultar um médico dermatologista antes de aplicar a técnica.

O primeiro passo é enrolar os cubos de gelo em uma toalha fina (ou qualquer outro tecido) e deslizar pelo rosto de três a cinco minutos.

Como aplicar gelo no rosto?

Sempre massageie e esfregue o gelo enrolado em um tecido para não prejudicar a pele e faça movimentos circulares para obter melhores resultados.

Atenção!

Lembre-se: se você tem a pele sensível, não aplique cubos de gelo diretamente no rosto! Uma toalha ou compressa fria funciona melhor.

Além disso, evite deixar o gelo em uma área específica do rosto por mais de um minuto e tenha cuidado ao aplicar o gelo ao redor dos olhos, por ser uma região bastante sensível.

Saiba mais sobre a rotina de skincare no Minha Vida!

Clique aqui e leia mais