Gordura no fígado: o que causa e como tratar?

O fígado é o segundo maior órgão do corpo, sabia? Uma de suas principais funções é o processamento de nutrientes dos alimentos e das bebidas.

E, embora seja normal o fígado apresentar certa quantidade de gordura, o excesso pode se tornar preocupante – especialmente se não tratado adequadamente. Entenda melhor a doença a seguir:

Esteatose hepática é o nome clínico para a gordura no fígado, sendo a do tipo alcoólica a que se desenvolve em pessoas que consomem bebidas com frequência.

Esteatose hepática alcoólica

Já esse tipo de gordura no fígado deriva a partir de diversas causas, como obesidade, hepatites virais, colesterol alto e diabetes.

Esteatose hepática não alcóolica

Atualmente, o excesso de peso é uma das maiores causas da gordura do fígado. Cerca de 60% das pessoas que apresentam o quadro possuem, também, diagnóstico de obesidade.

No início, a gordura se acumula no fígado sem causar sintomas físicos. Porém, conforme o quadro evolui, a pessoa pode apresentar fadiga, dor no abdomen e barriga inchada.

Quais os sintomas?

Já em casos mais graves, quando as funções do fígado começam a ser comprometidas, é normal surgirem sintomas como confusão mental, hemorragia, fezes sem cor e alterações do sono.

Com o tempo, o acúmulo de gordura de fígado pode evoluir para um quadro de cirrose, uma doença crônica que causa lesões sérias e fibrose hepática. 

Como a obesidade é uma das principais causas da gordura no fígado, o tratamento, normalmente, consiste na adoção de hábitos de vida mais saudáveis.

Como tratar a gordura no fígado?

A começar pela alimentação! Evitar o exagero na quantidade de carboidratos e dar preferência ao consumo de frutas, legumes, verduras e carnes magras é primordial.

Realizar atividades físicas com frequência também é extremamente recomendado. Além de queimar a gordura acumulada no fígado, o hábito garante um sistema imunológico mais forte.

Curtiu? Veja o que pode ajudar no tratamento de gordura no fígado no Minha Vida!

Clique aqui e leia mais