Ideias de
alimentação
saudável para
quem mora
sozinho


optando por pratos prontos e práticos que ajudam a economizar tempo, mas ruins para
a saúde.

Por preguiça, falta de tempo ou de afinidade com o fogão, quem mora sozinho pode acabar 




Selecionamos algumas
dicas que vão te ajudar
montar e a manter o
cardápio balanceado
e cheio de saúde.

Faça um cardápio semanal
programando o que irá
comer nas refeições. Veja
o que já tem, e veja o que
falta comprar. Assim você
compra apenas o
necessário.

Ao elaborar seu cardápio,
pense em opções práticas
e leves como saladas,
polpas de frutas e
produtos integrais ricos
em fibras, nutrientes
aliados da saciedade.

Quando tiver um tempinho
no fim de semana, prepare
os alimentos do almoço
(feijão, sopas, carnes,
legumes cozidos) e congele
em porções pequenas.

Compre o necessário e
evite aquelas salgadinhos
de pacote, bolachas
recheadas, chocolates,
petiscos... Na hora da fome,
você não pensará duas
vezes em optar por eles.

Compre pequenas
quantidades de embutidos
e frios, pois estragam
facilmente, já que o prazo
de validade é bem curto.

Se não tem frutas, as
polpas congeladas são
excelentes opções para
ter em seu congelador.
Use elas em vez de sucos
em pó, que são ricos em
sódio e corantes artificiais.

Iogurtes e barras de cereais
podem ser boas pedidas
para se ter em casa,
principalmente para quando
surgir aquela vontade de
comer um docinho.

Troque o miojo por massas
instantâneas que bastam ir
ao forno, com água ou leite,
por alguns minutinhos e
estão prontas. Elas são
mais nutritivas e menos
calóricas.

Prefira o sacolão à feira.
Nele você pode escolher
os produtos que quer
levar sem ter que
comprar por bacia.

CURTIU?