Mal da vaca louca: como a doença afeta os humanos

A Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), conhecida como mal da vaca louca, é uma doença crônica e transmissível que acomete o cérebro de bovinos e bubalinos. É letal para animais e para humanos.

A doença causa alteração de comportamento e, posteriormente, a morte. Pode se manifestar de duas formas: atípica ou clássica. No caso atípico, a doença surge espontaneamente no animal.

Casos clássicos ocorrem pela ingestão de ração contaminada com príons, partículas de proteínas com propriedades infectantes. Uma vez ingeridos, o animal guarda a substância em seu material genético.

A doença é transmitida pelo consumo de carne e subprodutos bovinos contaminados. A ingestão causa um quadro igualmente letal: a  Doença de Creutzfeldt-Jakob (vDCJ).

Mal da vaca louca em humanos

A Creutzfeldt-Jakob é uma enfermidade neurodegenerativa que afeta diretamente o sistema nervoso central, caracterizada pela deterioração progressiva da função mental.

Os sintomas mais comuns são: perda de memória, confusão mental, psicose, depressão, ansiedade e irritabilidade.

Sintomas do mal da vaca louca

Enfraquecimento ou perda de algum dos sentidos, alucinações auditivas ou visuais também podem acontecer em alguns casos.

Conforme o quadro se agrava, a pessoa pode apresentar distúrbios no raciocínio, demência grave, perda visual, falta de coordenação motora e tremores.

É possível diagnosticar o mal da vaca louca através de exames de sangue (para análise genética), tomografia computadorizada e eletroencefalograma (ressonância magnética do encéfalo).

Diagnóstico

A doença não possui tratamento ou cura. Após o diagnóstico, o paciente tem um período de sobrevida, mas falece por complicações da encefalite de Creutzfeldt-Jakob.

Tratamento

Na maioria dos casos, os pacientes são hospitalizados para receberem medidas de suporte para o controle dos sintomas e de complicações.

A prevenção da doença está relacionada à não ingestão de carne bovina contaminada. Por isso, é importante investigar a procedência da carne e evitar ingerir o alimento cru.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui