Método Koan:
aprenda a técnica
budista que ajuda
a meditar

Muitas pessoas têm
dificuldade em meditar. Se
você é uma delas, o chamado
Método Koan pode ajudar.

O método Koan surgiu dentro
do Budismo Zen Japonês há
900 anos como um recurso
para atingir a expansão da
consciência e promover um
estado meditativo através da
reflexão sobre os Koans.

Koans são afirmações,
perguntas e pequenas
narrativas ou diálogos
propositalmente enigmáticos.

Assim, o método Koan é uma
prática para que as pessoas
consigam aprender a conviver
com os enigmas da existência
e das suas próprias vidas.

Método Koan
na meditação

Ao meditar, escolha uma
postura confortável, com o
máximo de silêncio possível,
sem preocupações com o
tempo e, nesse estado relaxado,
repita mentalmente o Koan.

Os koans podem ser perguntas para as quais não há resposta: "Quem sou eu?" ou "Como tirar o ganso de dentro de uma garrafa de vidro sem quebrá-la?".

Podem ser diálogos: Dois monges discutiam sobre a bandeira do templo, que tremulava ao vento. Um deles disse: "É a bandeira que se move". O outro disse: "É o vento que se move".

Trocaram ideias e não conseguiram chegar a um acordo. Então Hui-neng, o sexto patriarca, disse: "Não é a bandeira que se move. Não é o vento que se move. É a mente dos senhores que se move".

Colocando a atenção no Koan,
 a mente vai voltar toda a
atenção à afirmação, à resposta
da pergunta ou à compreensão
do ensinamento inserido em
uma narração ou diálogo.

Os benefícios do método
incluem tranquilidade, redução
da ansiedade, mente relaxada,
aumento da criatividade e
melhoria do sono.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui