Não é tudo igual: entenda a diferença entre psicopata e sociopata

Os termos psicopata e sociopata despertam curiosidade por serem associados a padrões comportamentais um tanto quanto diferentes dos tradicionais. Mas você saberia reconhecê-los?

Antes de tudo, é preciso entender o que é o chamado transtorno de personalidade antissocial (TPAS).

Esse distúrbio é caracterizado por um padrão comportamental marcado pelo desprezo e violação dos direitos do outro.

Em formas mais graves do transtorno, é possível observar casos de indivíduos com diagnóstico de sociopatia ou psicopatia. Por isso, veja a seguir a diferença entre esses dois quadros.

A pessoa diagnosticada com psicopatia possui um comportamento definido pelo padrão invasivo de desrespeito e violação das normas da sociedade, com descaso pelas consequências.

Como é um psicopata?

O psicopata pode ser definido como um “predador social”, extremamente manipulador, calculista e sedutor, incapaz de formar vínculo emocional com pessoas. E muitas de suas relações são superficiais.

• Falta de empatia e remorso
• Egocentrismo
• Atitudes frias e calculistas
• Boa lábia

Características típicas do psicopata

• Mentiroso patológico
• Descaso com as consequências de seus atos
• Comportamento controlado e calculado
• Falta de controle da raiva

O sociopata é caracterizado como um indivíduo de comportamento volátil e propenso a explosões de raiva, além de ter uma distinta capacidade de argumentação e articulação.

Como é um sociopata

• Impulsividade e irresponsbilidade
• Temperamento explosivo
e volátil
• Desprezo por regras sociais
• Falta de remorso em alguns casos
• Autoconfiança e teimosia

Principais características do sociopata

Enquanto a psicopatia é uma condição inata (a pessoa nasce com ela), a sociopatia é desenvolvida ao longo da vida de um indivíduo.

Diferenças entre psicopatas e sociopatas

De acordo com a psicóloga Priscilla Martins, é possível observar que sociopatas normalmente são pessoas que tiveram experiências relacionadas à negligência, violência, opressão e abuso na infância.

Além disso, por ser uma condição adquirida ao longo da vida, o sociopata é capaz de sentir culpa ou remorso por machucar outras pessoas, ao contrário do psicopata.

Não existe tratamento específico para a sociopatia e a psicopatia. Dependendo do caso, medicamentos psiquiátricos, psicoterapia e rede de apoio podem ajudar no controle do quadro.

Existe tratamento?

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui