Papel higiênico é vilão da higiene anal?

A higiene anal, geralmente, é realizada com papel higiênico, lenços umidecidos ou lavando a área após a defecação para remover os rastros de fezes.

Em algumas culturas, principalmente orientais, o mais comum é lavar as nádegas e o ânus em um bidê ou com duchas e as mãos.

Já nas culturas ocidentais, o mais comum é usar apenas o papel higiênico ou lenços umedecidos - embora algumas pessoas prefiram usar bidê ou até mesmo tomar banho.

A resposta é: sim. O papel higiênico seco apenas muda o cocô mude de lugar, muitas vezes causando infecções no trato urinário.

Limpar apenas com papel higiênico é ruim?

Ou seja: o papel apenas remove as fezes, mas deixa resíduos. Por isso, o ideal é tirar o excesso com o papel e depois lavar a região.

Mais: ao se limpar, não faça a limpeza em direção à vagina para evitar a sua contaminação pelas fezes.

Além disso, o atrito do papel pode causar fissuras, erosões e eczemas, deixando a área com uma sensação de ardência e coçando.

A presença de disfunções anais e excesso de pele na região, como é o caso da hemorróida, também são fatores que podem dificultar a higiene total da região com papel seco.

E a higienização anal apenas com papel ainda acarreta em um plus: o risco de ficar com odores desagradáveis na região.

Para eliminar os resquícios de fezes com mais eficácia, o recomendado é lavar a região externa e interna do ânus. Os lenços umedecidos também são uma alternativa.

Como limpar corretamente o ânus?

Mas é importante lembrar que a maioria das pessoas não apresenta problemas por usar somente papel higiênico e não é preciso mudar se ele funciona pra você.

Clique aqui e leia mais

Gostou? Saiba como o formato das fezes e a sua saúde estão ligadas no Minha Vida!