Parto na água:  benefícios para a mãe e o bebê

O parto na água é uma modalidade de nascimento em que a mãe dá à luz em uma piscina inflável ou banheira de parto.

Uma das principais vantagens desse tipo de parto é que ele proporciona menos dor e mais relaxamento para a gestante, segundo um estudo publicado na revista BMJ Open.

Benefícios do parto na água

E não é só isso: a pesquisa aponta que a prática reduz o número de aplicações da anestesia epidural, injeções de opioides e hemorragias pós-parto nos nascimentos observados.

Além de reduzir significamente a dor materna, o parto na água também diminui a incidência de episiotomia.

A prática tem como objetivo ampliar o canal do parto para facilitar a passagem do bebê e é bastante discutida sobre sua precisão e seus riscos para a gestante.

O parto na água pode acontecer em ambiente hospitalar, domiciliar ou em casas de parto com uma banheira ou uma piscina inflável.

Como é feito o parto na água?

A gestante é colocada dentro da água aquecida entre 36ºC e 37ºC, com a barriga toda coberta. Além disso, o ambiente fica à meia luz e um (a) acompanhante pode ficar dentro da banheira.

É importante destacar que esse tipo de parto não é recomendado em casos de prematuridade, sofrimento fetal e situações em que a gestante e o bebê precisam ser monitorados.

Curtiu? Conheça todos os tipos de parto no Minha Vida!

Clique aqui e leia mais