Por que o efeito sanfona traz perigos para a saúde?

Quantas vezes você já fez dieta, conseguiu emagrecer e depois de pouco tempo recuperou o peso perdido?

Esse é um sinal do efeito sanfona, que diz muito sobre a forma como nos acostumamos a eliminar o excesso de peso e sobre a necessidade de dietas restritivas.

É comum acharmos que o risco para a saúde do efeito sanfona é apenas estético, como flacidez, estrias e perda de massa muscular.

Porém, segundo pesquisa publicada no New England Journal of Medicine, o hábito de engordar e emagrecer o tempo todo eleva a possibilidade de problemas cardiovasculares e de morte precoce.

A pesquisa comprovou ainda que existe uma relação direta entre a variação recorrente de peso e o desenvolvimento de problemas como o diabetes e a hipercolesterolemia.

Se você precisa ou deseja perder peso, o melhor caminho é alterar os hábitos alimentares e deixar de lado "fórmulas milagrosas" e dietas da moda.

A dificuldade em manter o peso perdido está relacionada à forma como esse peso foi eliminado.

Todo peso perdido rapidamente tende a ser recuperado em curto período de tempo - e isso é uma condição que nosso corpo criou para se manter funcionando.

Em média, nosso cérebro precisa de um espaço de tempo de no mínimo um ano para readequar o equilíbrio de peso corporal.

Ou seja, a melhor maneira de conquistar de vez o peso ideal é mudando o comportamento alimentar e alterando hábitos de vida para que haja uma perda de peso gradual.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui