Protetor térmico
caseiro: vale
a pena fazer o
produto em casa?

O protetor térmico usado
antes da chapinha,
babyliss ou secador têm como função amenizar os efeitos da alta temperatura desses aparelhos no cabelo e ajuda a
hidratar e modelar os fios.

É essencial aplicar o produto antes desses procedimentos para garantir a saúde dos fios. Caso contrário, a temperatura quente irá ocasionar um efeito de ressecamento no cabelo.

Embora possa ser produzido de
forma caseira, é mais prudente
dar preferência a produtos comprados e que foram testados dermatologicamente.

Isso porque o protetor térmico feito em casa pode provocar reações adversas. Sem contar o risco de contaminação no momento da manipulação e preparo dessas receitas.

O uso incorreto desses produtos provoca inúmeros prejuízos, como a obstrução dos folículos pilosos, excesso de oleosidade, fios ressecados e desidratados, e até a queda de cabelo.

Além do protetor térmico, é importante atentar-se à temperatura dos equipamentos, frequência de uso e maneira de manipulação para evitar danos nos fios.

Para não haver prejuízos, a temperatura do secador não deve ultrapassar 95°C. Também é indicado manter uma distância média de
15 cm do cabelo.

No caso das chapinhas, procure não exceder os 180°C. Tenha cuidado ao manusear os aparelhos para evitar queimaduras no couro
cabeludo e faça uso moderado.

Use esses aparelhos preferencialmente com os cabelos limpos e, falando especialmente da chapinha, evite que os fios estejam molhados ou úmidos porque isso intensifica os malefícios.

Cabelos danificados e que passaram por processos químicos, como a descoloração, são bem mais vulneráveis e tendem a não resistir a um aquecimento e estiramento diário.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui