Quais regiões do corpo ressecam mais?

Uma pele saudável e bonita exige vários cuidados diários, desde uma limpeza adequada até a hidratação. Mas, devido à rotina agitada, é comum que esse processo seja otimizado.

Por conta disso, algumas regiões do corpo podem ser esquecidas e precisarem de uma reparação mais intensiva para evitar ressecamentos e infecções.

Algumas áreas do corpo, especialmente as que sofrem com maior exposição e atrito, tendem a ser mais ressecadas que outras e exigem um cuidado especial.

Confira as regiões do corpo que mais ressecam e como você pode reverter esse quadro.

Essas regiões têm uma textura mais grossa que permite aguentar mais impacto. Por isso, os joelhos e cotovelos tendem a ser mais ressecados e podem escurecer com facilidade.

Joelhos e cotovelos

Os pés são frequentemente colocados em situação de atrito, como caminhar, usar sapatos e sustentar todo o peso do corpo. Eles costumam ressecar e rachar se não hidratados.


Pés e calcanhar

Pode não parecer, mas o pescoço e o colo são regiões que ressecam (e muito!) e acabam passando despercebidos.


Pescoço e colo

Isso acontece porque nem sempre a região fica visivelmente ressecada. Porém, com o tempo, a pele se torna cada vez mais flácida e perde sua barreira de proteção.

A hidratação é uma das principais etapas de cuidados com a pele. Com ela, é possível manter a pele protegida contra agressões externas que facilitam o ressecamento.

Como evitar o ressecamento?

Por isso, a hidratação precisa ser um hábito diário! Após o banho, invista em cremes potentes e adequados para cada área do corpo, especialmente as mais sensíveis (o pescoço e o colo).

Além disso, não esqueça do protetor solar. A exposição aos raios UV é um dos principais fatores externos que deixam a pele ressecada e favorável a doenças.

Curtiu? Confira quais substâncias naturais ajudam a hidratar a pele no Minha Vida

Clique aqui e leia mais