Reconstrução mamária:
veja tipos e quando é indicada

A reconstrução mamária é um procedimento cirúrgico que tem o objetivo de restaurar a mama após a realização da mastectomia, na qual é retirada a glândula mamária.

Dentre as várias motivações que podem levar à reconstrução mamária, as principais são o desejo de melhorar a autoestima e se sentir mais desejável e à vontade com o corpo novamente.

Antes da cirurgia, o principal objetivo é entender o que motiva a decisão de fazer ou não a reconstrução, escolhendo a técnica adequada de acordo com cada caso. Conheça as principais técnicas:

Nesta técnica, a pele, a gordura, os vasos sanguíneos e o músculo reto abdominal, na parte interior do abdômen, são movidos para a região do tórax.

Retalho miocutâneo do músculo reto abdominal (TRAM)

Mantendo a vascularização, é criado um túnel sob a pele até o tórax. O retalho miocutâneo transverso do reto abdominal forma uma mama de aparência natural. Assim, o implante mamário não é necessário.

Outra forma alternativa de reconstrução mamária é a microcirurgia chamada reconstrução com retalho perfurante epigástrico inferior profundo.

Retalho perfurante da artéria epigástrica (DIEP)

Nessa cirurgia, a mama é reconstruída a partir da gordura abdominal subcutânea, deixando o músculo reto subjacente intacto. O objetivo dessa técnica é conectar os pequenos vasos do tecido na região.

Durante a cirurgia de reconstrução do retalho do músculo grande dorsal é feita uma incisão nas costas, perto da escápula.

Reconstrução do retalho do músculo grande dorsal

Depois, uma parte oval de pele, gordura, vasos sanguíneos e músculos é inserida por um túnel sob a pele do braço até o peito. Os vasos permanecem presos ao suprimento sanguíneo original nas costas.

Após a reconstrução da
mama, pode ser realizada a reconstrução do mamilo, a partir da pele da área da mama onde o mamilo está localizado para formar um novo mamilo.

Reconstrução do mamilo

Uma das principais vantagens deste procedimento é que ele permite preencher a perda de uma ou de ambas as mamas e evita a necessidade de prótese mamária externa.

Benefícios da reconstrução mamária

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui