Redução de testa: como é feita a cirurgia

A frontoplastia é um procedimento cirúrgico realizado para reduzir o tamanho da testa e igualar o terço superior do rosto com as demais partes (olhos, nariz, boca e queixo).

O tamanho fora de proporção da testa pode afetar a autoestima, o que leva muitas pessoas a procurarem a frontoplastia.

Quando
é indicada?

A cirurgia também é indicada para remodelar a estrutura óssea da testa, como método rejuvenescedor ou quando os supercílios são muito baixos e a linha do cabelo é muito alta. 

Quando a testa é mais larga, o método mais utilizado é a remoção do excesso de pele na região. Já quando a linha dos cabelos é muito alta, o procedimento indicado é o implante de cabelo.

Como é feita?

Porém, se o objetivo for apenas rejuvenescer o paciente, uma das possibilidades é somente suspender as sobrancelhas, diminuindo o espaço entre elas e a linha dos cabelos.

Em todas as situações, a cirurgia promove o encurtamento da região e a suspensão do supercílios. A área removida varia com a elasticidade da pele do paciente, mas a média é de 2 cm de redução.

Os riscos mais comuns da frontoplastia são: infecção pós-cirurgia, inflamação, queda temporária de cabelo, sangramento e dificuldade na cicatrização.

Riscos

A frontoplastia não é indicada para pessoas com pele fina e com pouca elasticidade, imunossuprimidas, com doenças cardíacas graves, diabetes descompensada ou problemas com coagulação.

Contraindicações

O preço médio do procedimento varia entre 15 e 20 mil reais. A cirurgia não é oferecida pelo SUS.

Valor

Apesar do valor alto, é extremamente importante achar um cirurgião de qualidade, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e que tenha experiência com o procedimento.

Saiba mais sobre a frontoplastia e os cuidados após o procedimento no Minha Vida!

Clique aqui e leia mais!