Secador pode prejudicar os ouvidos: qual é o mais adequado?

Barulhos intensos e constantes costumam causar um enorme incômodo, como aquela dorzinha de cabeça que não passa, sabe? 

Além disso, o volume alto também pode trazer alguns problemas, às vezes irreversíveis, à audição. E por incrível que pareça, isso pode acontecer devido ao uso de aparelhos comuns no dia a dia.

Esse é o caso do secador de cabelo que, embora não seja associado a complicações no sistema auditivo, pode provocar danos nos ouvidos em apenas 15 minutos de uso. Chocante, né?

Isso ocorre porque o ouvido possui a capacidade de suportar um som de 85 decibéis por 8 horas seguidas. Após isso, há riscos de lesão das células ciliadas da cóclea, podendo levar à perda auditiva.

O secador de cabelo, dependendo do modelo, pode emitir até 100 decibéis ao ser ligado!

Quanto maior o tempo/ frequência da exposição, pior é o grau da lesão auditiva, que é progressivo e irreversível. E, além da perda de audição, é possível que ocorram zumbidos nos ouvidos.

O uso de protetores auriculares e plugs de orelha é uma das principais formas de amenizar a exposição aos ruídos constantes dos secadores. 

Como se proteger?

Essa medida preventiva é importante especialmente para pessoas que trabalham em salões de beleza, que estão diariamente expostas ao barulho. 

Atualmente, existem alguns aparelhos que já são fabricados com uma tecnologia que reduz o ruído emitido na hora de secar os fios. 

E como escolher
o secador ideal?

Por isso, na hora da compra, busque verificar as informações sobre o aparelho. O Selo Ruído possui uma classificação do nível 1 (mais silencioso) a 5 (menos silencioso) de potência sonora. 

O Selo Ruído também está presente em outros aparelhos usados no dia a dia, como eletrodomésticos, ajudando a prevenir os riscos oferecidos pelos ruídos nocivos gerados por eles. Anota a dica! 

Clique aqui e leia mais

Curtiu?
Veja mais dicas no Minha Vida