Vacinas contra Covid-19: atividade física pode prolongar efeito

Que a prática de exercícios é importante para a saúde física e mental não há dúvidas. A novidade é que ela também contribui para a eficácia das vacinas contra a COVID-19.

Para avaliar o impacto de uma rotina de atividades físicas na eficácia da vacina, uma pesquisa foi conduzida por um grupo de cientistas da USP.

No estudo, os pesquisadores analisaram o sistema imunológico de 421 pacientes do Hospital das Clínicas da USP que treinavam regularmente e 327 sedentários.

Os participantes tinham esquema vacinal completo por seis meses e, os considerados ativos, praticavam pelo menos 150 minutos de atividade física por semana.

O que se verificou foi que a prática de exercícios pode não apenas intensificar essa resposta vacinal como também aumentar a durabilidade dos anticorpos.

Naturalmente, os anticorpos contra o coronavírus induzidos pelas vacinas diminuem com o tempo e os exercícios diminuem essa queda.

Assim, tanto na prevenção de doenças crônicas quanto de casos graves de COVID-19, os pesquisadores recomendaram a prática de exercícios regulares.

Isso vale ainda mais para pessoas consideradas de grupos de risco para a COVID-19, como os idosos e com o sistema imunológico enfraquecido.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui