Xenofobia
impacta saúde
mental e bem-
estar das vítimas

Xenofobia é um termo usado
sobre sentimentos de medo
e antipatia com relação a
estrangeiros ou pessoas
com origens diferentes.

Ela pode ocorrer entre pessoas
da mesma nacionalidade,
quando um indivíduo de uma
outra região do país é
ofendido tendo sua origem
como justificativa para
agressões verbais ou físicas.

Apesar de muitas vezes ser confundido com racismo, há algumas diferenças entre os dois atos.

Entre as muitas definições de racismo, está a ideia de que uma etnia é superior à outra, causando a construção de um sistema político e social baseado na desigualdade.

Já a xenofobia causa hostilidade entre grupos ou pessoas de diferentes locais. Em alguns casos, é possível que as duas formas de preconceito estejam interligadas.

Assim como o preconceito racial pode provocar transtorno do estresse pós-traumático (TEPT) nas vítimas, a xenofobia também impacta a saúde mental.

A autoestima de quem lida com esse preconceito também pode ser abalada, fazendo com que o indivíduo se sinta inferior aos demais, não enxergando o seu próprio valor.

As complicações causadas pelo preconceito podem ser amenizadas com algumas estratégias que ajudam a vítima a compreender a situação e enxergar o seu próprio valor.

As vítimas precisam compreender que se trata de um ataque na esfera pública e que diz respeito às relações de poder.

É necessário que a vítima compreenda que não há nada de errado com ela, com seu povo, com sua história e com sua cultura.

Um trabalho psicoterápico com a vítima implica auxiliar que ela faça essa travessia e resgate a sua autoestima, a sua cultura e a história de seu povo.

Clique aqui e leia mais

Tudo para sua
saúde e bem-estar
você encontra aqui